Apreensão foi feita durante operação conjunta entre equipes do Batalhão Ambiental e do 2º Baep em Guarujá, no litoral paulista.

Ação resultou na apreensão de cerca de 321 kg de pasta base de cocaína, divididos em 296 tijolos Divulgação/Polícia Militar A Polícia Militar apreendeu mais de 300 kg de pasta base de cocaína em malas escondidas dentro de uma residência em Guarujá, no litoral de São Paulo, nesta quarta-feira (8).

Ninguém foi preso. A operação ocorreu na Praia do Góes e foi realizada em conjunto por equipes do Batalhão Ambiental da cidade e do 2º Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar (Baep).

Os policiais foram em embarcações até a casa onde estava escondida a droga.

Segundo a PM, não havia ninguém na residência.

A casa, aparentemente ainda em construção, foi revistada e nela localizados cerca de 321 kg de pasta base de cocaína, divididos em 296 tijolos, localizados no interior de diversas malas de bagagem. Em entrevista à TV Tribuna, afiliada da TV Globo, o delegado assistente da Delegacia Sede de Guarujá, Wagner Gouveia, explicou que a PM chegou ao local por meio de denúncia anônima.

"Vamos fazer agora o trabalho da polícia investigativa para saber a procedência.

Possivelmente, pelo local, mostra que pode ser um tráfico internacional, por ser um espaço de fácil acesso ao Porto”.

De acordo com ele, a quantidade da droga e o fato de a cocaína estar em formato de pasta base também levam a polícia a suspeitar de tráfico internacional. De acordo com o delegado, a casa aparentemente não tem moradia.

"Parece que estava sendo usada só para isso.

Agora, é questão de tempo pegar essas pessoas que estavam guardando e exportando". Segundo a autoridade policial, os símbolos estampados nos tabletes podem indicar a localidade do bairro dos proprietários das drogas e ajudar nas investigações.

A ocorrência foi encaminhada para Delegacia Sede da cidade, onde o caso foi registrado. Drogas foram localizadas dentro de malas em residência na Praia do Góes em Guarujá, SP Divulgação/Polícia Militar